Conquistando o espaço e falando com alienígenas

Conquistando o espaço e falando com alienígenas

A última noite do Pint of Science em Campinas, no bar Alzirão de Itapura, terminou em clima de viagens espaciais. Após o show da banda Spin-off, os palestrantes da noite Thiago Oliveira, Douglas Galante e Lucas Fonseca especularam sobre o primeiro contato com alienígenas e a busca por vida fora da terra.

bar cheio de pessoas

Alô Alô, Marciano

Considerando o sucesso do filme A Chegada (como escrevemos neste post), o professor Thiago Oliveira, doutor em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), aproveitou para explicar um pouco sobre o trabalho de um linguista e o que ele estuda.

Ele começou fazendo distinção de alguns conceitos essenciais como: o que é comunicação, o que é linguagem e o que é língua. A comunicação é a troca de informações, a linguagem é a comunicação humana e objeto de estudo da Linguística, e as línguas são diferentes estruturas da linguagem que estão em constante evolução.

Após a definição destes conceitos, Thiago iniciou as especulações de como seria o trabalho de um linguista do futuro, incumbido da tradução de línguas alienígenas. O professor chamou este profissional de Astrobiolinguista.

Para realizar a tradução dessa língua estranha, primeiro teria que observar se o ETs em questão se organizam socialmente da mesma forma que os humanos. Após esta constatação, seria analisado a forma que eles se comunicam, como produzem seus sons, o que traz outro obstáculo: é possível para os humanos captar esses sons? Ou vamos precisar de equipamentos especiais?

Se você quer saber mais sobre o astrobiolinguista confira o post escrito por Thiago Oliveira e publicado no blog de Linguística da Unicamp e que aborda os temas discutidos no Pint of Science.

Rumo ao espaço

Para falar sobre a busca de vida extraterrestre, missões espaciais e fuga do planeta terra, vieram os palestrantes Douglas Galante e Lucas Fonseca. Douglas possui doutorado em Astrobiologia e ajudou na criação do Núcleo de Pesquisa em Astrobiologia da USP, hoje instituto parceiro da NASA. Lucas Fonseca é engenheiro mecatrônico e trabalhou com a Agência Espacial Europeia (ESA) na missão Rosetta, responsável pelo primeiro módulo a ser pousado em um cometa. https://www.youtube.com/embed/HD2zrF3I_II?ecver=2

Durante a palestra, Lucas e Douglas tiraram dúvidas e compartilharam curiosidades sobre missões espaciais e que tipo de vida os cientistas esperam encontrar no espaço. Eles também conversaram sobre a importância da exploração espacial para a perpetuação da raça humana.

A Missão Garatéa também foi tema de discussão no evento. Coordenada pelos palestrantes, ela busca enviar um satélite na órbita da lua em 2020 para realizar experimentos biológicos e avaliar as condições de sobrevivência de organismos vivos no espaço. Esta será a primeira missão lunar brasileira, e você pode participar cadastrando seu nome para ir junto com a sonda para o espaço. Confira o site do projeto e conheça mais sobre o propósito e importância desta pesquisa.

homem falando no microfone

Assim terminou o Pint of Science 2017 em Campinas, o maior evento de divulgação científica no bar do mundo, que contou com a participação de 11 países e ocorreu em 22 cidades brasileiras. Fique atento para a próxima edição e relembre os melhores momentos em nosso blog.

Leia mais:

Equipe do Galoá science

Olá! Gostou desse post? Ele foi escrito pela equipe do Galoá Science especialmente pra você, caso queira mais conteúdos desse tipo, clique nos links abaixo para acompanhar nossas redes sociais!