Anais e Proceedings

Incrível! Os anais do PIBIC Unicamp 2016 ultrapassam 50 mil acessos

O 24º Congresso de Iniciação Científica da Unicamp aconteceu entre os dias 19 e 21 de outubro de 2016 na Universidade Estadual de Campinas com a apresentação de 1.519 trabalhos dos alunos de graduação da instituição, que foram divididos em cinco eixos temáticos (Humanas, Exatas, Biomédicas, Tecnologias e Artes).

O evento faz parte das atividades que a universidade desenvolve com o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), sendo que todos os alunos bolsistas do programa devem participar. O congresso ainda é aberto para que bolsistas de outras instituições, como a FAPESP, ou pesquisadores voluntários de iniciação científica também apresentem seus resultados parciais ou finais.

Apesar de já fazer um ano que os anais do PIBIC Unicamp 2016 foram indexados na plataforma Galoá Proceedings, os acessos e interesse pelas pesquisas continuam e atualmente os trabalhos contabilizam juntos 52,934 visualizações (dado apurado em outubro de 2017), ultrapassando até mesmo os acessos totais da edição anterior, depois de um ano de publicação.

Além do número expressivo de visualizações aos anais do evento, um dos diferenciais do PIBIC da Unicamp, que possui DOI depositado pelo Galoá, é que o acesso não se restringe ao público nacional, sendo que muitas visitas vieram de outros países, como presente nos gráficos a seguir:

gráfico mostrando que depois do Brasil (61,83%) há um interessante acesso vindo dos EUA (36,28%)

 

Analisando apenas os acessos que aconteceram dentro do Brasil, o estado de São Paulo, onde se localizam as unidades da universidade, ainda aparece em peso nas consulta aos anais, no entanto, observa-se também um crescimento de acessos oriundos de outros estados ao se comparar com as visualizações da edição anterior dos anais do PIBIC Unicamp (você pode conferir os dados aqui).

 

Gráfico mostradon dom 79,3% dos acessos vêm de SP

 

O Congresso de Iniciação Científica da Unicamp é considerada uma das experiências mais importantes para os alunos de graduação da universidade, pois oferece toda a experiência de apresentação de trabalhos e publicação em anais para os alunos no começo de carreira acadêmica, principalmente dos bolsistas PIBIC.

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) é um dos programas mais efetivos para formação de novos pesquisadores no Brasil ao possibilitar bolsas para a graduação. Seus resultados foram comprovados em uma pesquisa realizada pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) no primeiro semestre de 2017, a qual apresenta que os egressos do PIBIC tendem a continuar seguindo a vida acadêmica, como o programa busca incentivar.

Ao comparar os bolsistas com alunos que não participaram do programa dentro dos programas de pós-graduação no levantamento, os egressos do PIBIC apresentaram 2,2 vezes mais chances de concluir suas dissertações de mestrado e 1,51 vezes mais de chance em finalizar suas teses de doutorado.

Segundo o relatório, o resultado é ainda mais favorável para a formação de pesquisadores quando os alunos bolsistas que têm a oportunidade de participar de mais atividades envolvendo o mundo acadêmico, como debates e apresentação de seus resultados parciais e finais em eventos científicos, além da publicação do estudo em anais de eventos e periódicos científicos, como acontece no PIBIC Unicamp, que indexa os trabalhos do congresso com DOI na plataforma Galoá.

Mesmo com essa avaliação sobre como incentivar a formação de novos pesquisadores, o relatório destaca que ainda não são todos os bolsistas que têm essas mesmas oportunidades de vivência, como na Unicamp, sendo diagnosticado que 42% dos bolsistas PIBIC não apresentaram suas pesquisas de Iniciação Científica em eventos acadêmicos e a grande maioria (81%) não publicou seus resultados em algum meio de comunicação científica formal (periódicos ou anais de eventos).

Faça como o PIBIC Unicamp!

Incentive o debate desde a graduação e publique os trabalhos com DOI pelo Galoá.

“Conseguimos colocar em cada trabalho um código DOI, permitindo a recuperação dessas publicações em qualquer lugar do mundo. Isso influenciou no crescimento de trabalhos em inglês porque os orientadores sabem que com o DOI o trabalho não se perde e pode ser acessado por qualquer um, iniciando uma internacionalização do evento.”  - Fernando Coelho, IQ/Unicamp

TOP 10: “O Futuro da Pesquisa da Unicamp começa no PIBIC”

O crescente acesso aos anais do PIBIC da Unicamp de 2016 só foi possível por causa de cada um dos trabalhos desenvolvidos na universidade. Caso tenha interesse em conhecê-los, você pode filtrar os temas que mais lhe interessam, entre as pesquisas apresentada no 24º Congresso de Iniciação Científica da Unicamp, nos anais indexados na plataforma Galoá Proceedings aqui.

Alguns trabalhos atraíram mais atenção, tendo visualizações bem expressivas. Confira na tabela a seguir o número de visualizações e um resumo sobre cada um dos trabalhos mais acessados com link individualizado do trabalho com DOI. (Dados de outubro de 2017)

 

         Trabalho apresentado                                                                         Área      Acessos 

1

A influência das redes sociais na subjetividade e na subjetividade e na sexualidade nos sujeitos de nosso tempo

Humanas

2926

2

Analysis of CD4+RUNX3+ T lymphocytes during clinical course of experimental autoimmune encephalomyelitis

Biomédicas

2738

3

Analysis of continuous flight auger behaviour in sedimentary soil

Exatas

2728

4

Análise numérica de pórticos de concreto armado sem armadura transversal para avaliar os mecanismos resistentes ao cisalhamento

Exatas

2697

5

“Das ruas às redes, das redes às ruas”: uma etnografia sobre mobilizações online pelo “direito à cidade”

Humanas

2618

6

Espectrógrafo portátil usando a câmera de um smartphone

Exatas

2570

7

As the deficiency of alpha-1 antitrypsin glycoprotein affects the severity of lung disease among patients with Cystic Fibrosis

Biomédicas

2567

8

Design and Simulation of the Tissue Spheroids Fusion Process for Bioprinting

Biomédicas

2513

9

Equilíbrio Líquido-Líquido do Sistema Contendo Óleo de Palma + Etanol + Biodiesel de Palma

Tecnológicas

2470

10

Estudo da relação entre os aspectos clínicos e anatomopatológicos do carcinoma de células de Merkel

Biomédicas

2450

 

  1. A influência das redes sociais na subjetividade e na subjetividade e na sexualidade nos sujeitos de nosso tempo: As redes sociais estão cada vez mais presentes na rotina das pessoas por conta da popularização das novas tecnologias que permitem uma comunicação mais ágil. Com esse contexto em vista, a iniciação científica buscou entender as formas de subjetivação e sexualidade nesse meio, tendo como base discussões iniciadas pelo filósofo francês Michel Focault sobre corpos dóceis e sociedade disciplinar.
  2. Analysis of CD4+RUNX3+ T lymphocytes during clinical course of experimental autoimmune encephalomyelitis: Os pesquisadores tinham a proposta de aumentar a compreensão sobre a evolução do perfil de células T autorreativas durante o curso sobre encefalomielite autoimune experimental (EAE), doença que afeta o cérebro e pode desenvolver sequelas conformes as áreas afetadas.
  3. Analysis of continuous flight auger behaviour in sedimentary soil: A pesquisa desenvolvida busca compreender o comportamento do voo contínuo  em um solo sedimentar em locais diferentes e comprimentos do interruptor de voo contínuo (CFA: Continuous Flight Auger) que variava de 10 a 13m, no entanto, não foi possível identificar um método confiável.
  4. Análise numérica de pórticos de concreto armado sem armadura transversal para avaliar os mecanismos resistentes ao cisalhamento: A pesquisa tinha o objetivo de validar alguns resultados experimentais, por meio do software Atena, para evitar um colapso estrutural motivado por ruptura do concreto que sofreu esforços de tração.
  5. “Das ruas às redes, das redes às ruas”: uma etnografia sobre mobilizações online pelo “direito à cidade”: Assim como a primeira pesquisa mais acessada que foca sobre algumas questões envolvendo redes sociais, esta pesquisa também perpassa por esse campo, mas na busca por compreensão de como as redes sociais e as manifestações se articulam na pauta sobre o “direito à cidade”.
  6. Espectrógrafo portátil usando a câmera de um smartphone: Espectrógrafo é um equipamento que registra um espectro luminoso por meio de fotos, sendo que para cada atuação existe um aparelho específico para captar a informação necessária. No caso, esta iniciação científica desenvolveu um protótipo com o uso de câmera de um smartphone como detector e um DVD como grade de difração, o que deu origem a um espectrógrafo óptico de baixo custo.
  7. As the deficiency of alpha-1 antitrypsin glycoprotein affects the severity of lung disease among patients with Cystic Fibrosis: A Fibrose Cística é uma doença hereditária, sendo que existem cerca de 4.200 pessoas vivendo com esse problema pulmonar no Brasil. A doença pode afetar células de vários órgãos, sendo que a pesquisa se desdobra sobre a deficiência de alfa-1 antitripsina, que pode agravar a saúde dos portadores.
  8. Design and Simulation of the Tissue Spheroids Fusion Process for Bioprinting: A pesquisa trabalha no campo da impressão de órgãos, tendo como foco a fusão de esferóides de esteróides utilizados na bioprintagem de tecidos e órgãos humanos, como blocos de construção, através de simulações computacionais.
  9. Equilíbrio Líquido-Líquido do Sistema Contendo Óleo de Palma + Etanol + Biodiesel de Palma: O trabalho se propõe a determinar dados experimentais de equilíbrio líquido-líquido de sistemas com óleo de palma, etanol e biodiesel de palma, sendo que um dos resultados colhidos apresenta que o biodiesel etílico de palma se distribui nas fases ricas tanto de óleo quanto de etanol, mas tem maior afinidade pela fase rica do óleo.
  10. Estudo da relação entre os aspectos clínicos e anatomopatológicos do carcinoma de células de Merkel: Os autores explicam que o carcinoma de células de Merkel é um raro câncer neuroendócrino, a pesquisa tem como objetivo estabelecer uma relação entre o perfil clínico, de pacientes diagnosticados pela doença no Hospital das Clínicas da Unicamp entre 1985 a 2016, e dos resultados anatomopatológicos (biópsias) analisados nas lâminas histológicas (tecidos biológicos).

 

Esses foram os 10 trabalhos mais acessados dentro de um ano que os anais do PIBIC Unicamp 2016 foram indexados com DOI na plataforma Galoá Proceedings.

Para saber mais sobre as facilidades da indexação de anais de evento na plataforma Galoá ou sobre como ter um DOI para suas publicações, converse com nossos especialistas. Ficaremos felizes em lhe ajudar.

Leia mais:

Invista nos seus alunos de iniciação científica

Publique, indexe e deposite DOI individualizado com o Galoá.

“A nossa motivação ao disponibilizar os anais online e com DOI no Galoá foi aumentar a visibilidade do evento [...] a ideia central era permitir que esses trabalhos fossem recuperados e vistos em qualquer lugar do mundo. Que as pessoas pudessem avaliar a qualidade do que é apresentado aqui [na Unicamp].” - Prof. Dr. Fernando Coelho, Unicamp