DOI e ISSN

Novidade na Crossref: Agora você pode registrar um DOI no seu preprint

O mês de setembro já prepara uma grande novidade para os pesquisadores e editores científicos. que desejam registrar DOIs  em em seus preprints, aquelas versões preliminares das publicações acadêmicas que ainda não passou pela tradicional revisão por pares, como costuma ocorrer em renomados periódicos e anais de eventos.

Isso porque a Crossref permitirá que as entidades vinculadas a ela, no Brasil é o Galoá, também atribuam códigos para preprints. O interessante é que se o texto for aceito em uma publicação com revisão de pares, o DOI atribuído ao preprint será diferente da nova publicação; uma das preocupações da Crossref é que um DOI aponte para apenas um material e que esse não tenha mais de um código também. Como o preprint é considerado uma primeira versão do estudo, sujeita a alterações, a nova política de depósito impede confusões entre os pesquisadores sobre qual versão está sendo analisada e referenciada nos trabalhos acadêmicos.

A Crossref lembra que até poucos meses atrás, as entidades autorizadas a depositarem o DOI tinham receio que a comunidade científica, equivocadamente, considerasse que um preprint com DOI tivesse passado por avaliação formal, por isso que antes não era oficialmente permitido. No entanto, as mudanças anunciadas pela associação não estão apenas relacionadas à política de depósito, mas também nos ajustes de serviços de infra-estrutura para distinguir com mais precisão quais materiais são preprint e quais passaram por aceites de pares, além de ferramentas que permitirão vincular as primeiras versõs com as publicações finais, melhorando assim a usabilidade e identificação das pesquisas.

A justificativa pela inovação foi assumir o apoio às mudanças na comunicação científica para torná-la mais ágil, como é a proposta dos preprints no debate científico passível de avaliações abertas, além de assegurar o registro do trabalhos dos pesquisadores que aderiram a essa modalidade. A necessidade por uma comunicação mais rápida também está atingindo os periódicos científicos com revisão de pares;alguns já adiantam as publicações de artigos aprovados de forma online antes de fechar o fascículo, normalmente publicado com assinalação de “ahead of print”, ou seja, de que está no prelo. No caso das revistas que mantém essa prática, o DOI continuará sendo registrado quando a edição completa for disponibilizada, já que não o artigo apenas foi publicado antes, diferente de uma “pré-publicação”.

Ficou interessado nas novidades? Entre em contato conosco e descubra como depositar o DOI em seu evento ou publicação científica. Também auxiliamos em tecnologias para melhorar a visibilidade e layout de seu periódico.