Sobre Nós

Évariste Galois, o revolucionário matemático que inspirou o Galoá

Você sabia que o nosso nome Galoá é uma homenagem ao matemático francês Évariste Galois? Isso mesmo, a grafia Galoá é a forma como se pronuncia o sobrenome desse importante e revolucionário matemático.

Évariste Galois morreu com seus 20 anos de idade com um tiro em um duelo de amor, mas em seu pouco tempo de vida trouxe importantes contribuições científicas a ponto de ter se tornado uma “pedra fundamental” da matemática com sua teoria, que deu origem a um novo campo da álgebra.

A homenagem prestada com o nome Galoá foi feita por ele ser uma figura icônica na história da ciência e ter inovado tanto e em poucos anos, sendo considerado o pai da Teoria de Grupos na matemática, essencial para tantas inovações, como até mesmo a criação de computadores um século depois.

Por isso que no texto de hoje vamos apresentar um pouco da biografia desse precoce matemático homenageado em cada novidade que desenvolvemos para a ciência brasileira.

 

A breve vida de Évariste Galois (1811-1832)

Ao pesquisar sobre a vida desse matemático, um ponto que a maioria das biografias apontam é que sua história se torna digna de minissérie, novela ou filme. Isso porque mesmo vivendo apenas 20 anos, Galois se envolveu em conflitos dignos de Hollywood.

O protagonista dessa história nasceu no dia 25 de outubro de 1811 em Paris, capital francesa. Galois teve contato com a vida política desde cedo porque quando tinha 4 anos de idade seu pai, Nicolas Gabriel Galois, foi eleito prefeito da comuna francesa (como é chamada a menor área administrativa) Bourg-la-Reine, localizada no subúrbio sul de Paris.

Por toda sua infância até seus 12 anos, o matemático teve aulas em casa e somente com sua mãe como professora. Na escola, leu toda a obra do matemático italiano Lagrange, o que pode ter despertado seu interesse em entender equações de 5º grau.

Seu pensamento além do tempo lhe trouxe dificuldades, já que em 1827 ele foi recusado a ingressar na École Polytechnique, onde sonhava estudar, mas alguns professores não entendiam seu raciocínio rápido que o fazia até “pular” etapas dos cálculos, além de depoimentos de que Galois era um jovem arrogante.

Mesmo envolvido com questões matemáticas, seu interesse pela política foi marcante em sua vida, o que se intensificou mais com o suicídio de seu pai após intrigas políticas, motivando Évariste a lutar fervorosamente pela república francesa, o que resultou em sua expulsão da École Normale Supérieure após publicar um ataque ao diretor. Depois desse incidente, o matemático foi preso duas vezes, uma por desacato ao rei e outro por porte ilegal de fardamento.

Como os presos parisienses foram vítimas de cólera em 1832, Évariste foi transferido para uma casa de saúde, local onde conheceu e supostamente manteve um romance com Stéphanie-Félice Poterin du Motel, filha de um médico e noiva de um renomado atirador.

Não se sabe como se deu o relacionamento e nem se Stéphanie correspondia aos sentimentos de Galois, mas o pai dela não aparentava aprovar alguém desempregado e perigoso com ideias políticas revolucionárias. Como ainda era comum nesse período os duelos em que as mulheres eram dadas como prêmios ao vitorioso, Évariste entrou em um desafio contra o noivo enciumado.

Com a iminente possibilidade de morrer contra um apto atirador, Galois enviou a um amigo matemático chamado Auguste Chevalier uma carta reunindo suas pesquisas até o momento, também pedia que o seu trabalho fosse apresentado aos grandes matemáticos da época, caso morresse, sendo que em alguns pontos de seus escritos ele referenciou a presença de uma mulher e que não tinha mais tempo (confira nas fotos abaixo).

Mesmo sem a certeza se sua morte foi causada por uma disputa amorosa, no dia 30 de maio de 1832 Évariste Galois foi encontrado baleado no estômago e levado a um hospital, onde faleceu no dia seguinte.

Registros das cartas de Évariste Galois com muitos rabiscos e dizeres que aparentam ser  "Je N'ai Pás Le Tempe" e "Une Femme"

 

Referências sobre Galois:

MCTIC. Curiosidades: Galois, o gênio que morreu cedo demais, 31 de maio de 2017. Disponível em <https://www.facebook.com/MCTIC/posts/1550280988339522>

SANTOS, C. P. dos; NETO, J. P.; SILVA, J. N. A teoria de grupos + o Puzzle do 15, junho de 2017. Disponível em: <http://jnsilva.ludicum.org/hm2008_9/Livro8.pdf>

STEWART, Ian. The Luckless revolutionary In: Why Beauty Is Truth: The History of Symmetry. New York: Basic Books, 2017, p. 97-111

YANES, J. Évariste Galois, el adolescente que revolucionó las matemáticas In: Open Mind, 31 de maio de 2016. Disponível em: <https://www.bbvaopenmind.com/evariste-galois-el-adolescente-que-revoluci...

Conheça nossas ferramentas!

E entenda porquê nossos clientes nos veem como nossos parceiros.

“O trabalho da Galoá é excelente, já havíamos experienciado antes e esperamos nas próximas edições trabalharmos novamente com a Galoá. Isso porque o suporte está sendo ótimo, tudo é resolvido de maneira eficaz e eficiente.” Geovana Lunardi da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)