Ciência

Black Mirror: Esse é o mundo em que vivemos

Já se perguntou o quanto da tecnologia presente nos episódios de Black Mirror é real? Ou será que tudo não passa de puro entretenimento? Essas questões costumam surgir ao assistirmos à série de ficção científica britânica que a cada dia se torna mais popular e vem problematizando as consequências da evolução da ciência e de novas tecnologias no nosso dia a dia -  com roteiros imperdíveis, originais e independentes, com histórias e personagens inéditos a cada episódio.

A antologia foi criada por Charlie Brooker e transmitida pela primeira vez em 2011, no Channel 4. Em 2015, a Netflix encomendou a terceira temporada, lançada em 2016. Estamos relembrando a série por causa do Pint of Science 2017, que acontecerá em Campinas, interior de São Paulo, e terá  palestras que com certeza te farão comer seu petisco e beber seu chopp comentando com os colegas: “Nossa, isso é muito Black Mirror, meu!”.

Entre no clima e veja um dos trailers da série:

 

Para você ir ao Pint com várias dúvidas ou ideias para jogar na roda, preparamos um guia de episódios de Black Mirror relacionados com alguns dos bate-papos que acontecem em Campinas durante o maior evento de divulgação científica do mundo. Pega a pipoca, dá o play e, semana que vem, venha debater ciência com a gente!

 

Morte e Transhumanismo

Na terça-feira, dia 16 de maio, haverá um debate sobre morte e transhumanismo às 19h30 no YouGeek, um bar com jogos localizado no Cambuí.

Os destaques são Ricardo Weinlich, pesquisador do Hospital Israelita Albert Einstein, com o tema “Morrer é bom?”, além de Janaína de Andréa Dernowsek, pesquisadora da Universidade Federal de Minas Gerais, e Jorge Vicente Lopes da Silva, que coordena a área de tecnologias 3D do CTI, abrindo a conversa sobre “Transhumanismo: Impressão 3D de Órgãos e Tecidos”.

A impressão 3D de órgãos e tecidos pode significar a superação da morte? É essa lá uma boa ideia, afinal? Essas perguntas são levantadas no primeiro episódio da terceira temporada de Black Mirror, Be Right Back, disponível online. Nele, uma moça apaixonada aceita em sua vida uma réplica sintética do seu grande amor, com sua personalidade recriada virtualmente a partir dos traços digitais deixados pelo falecido, como mensagens de voz e texto nas redes sociais.

E você? Tem tomado conta dos seus rastros digitais? Assista e venha debater conosco.

 

Vigilância e privacidade

No mesmo dia e horário (16/05 às 19h30), nos reunimos no Lado B, em Barão Geraldo, com os professores Amir Caldeira (Instituto de Física da Unicamp) e Diego Aranha (Instituto de Computação da Unicamp) para discutir computação, informação quântica e o fim da privacidade, com o tema “A privacidade está morta?”

Para se preparar, veja dois episódios da série que tratam desses temas com bastante originalidade. Em The Entire Story of You, último episódio da primeira temporada, somos transportados para um futuro onde o presente pode ser constantemente revisitado graças a um chip instalado atrás da orelha de cada um de nós. Cada detalhe e ação social é registrada e passível de avaliação e escrutínio contínuo.

 

O primeiro episódio da terceira temporada, Nosedive, por sua vez, deu muito o que falar nas mídias sociais quando foi lançado online em outubro do ano passado.  Na trama (ou será que na vida real também?), somos todos continuamente avaliados por todos ao nosso redor, recebendo de zero a cinco estrelas em cada uma de nossas interações sociais - no estilo de aplicativos de serviços como Uber, iFood, BlablaCar e tantos outros. Mas se somos continuamente avaliados por cada interação, onde fica a liberdade para sermos nós mesmos?

Ganhe pontos positivos consigo mesmo e venha colocar suas suposições com bons petiscos no Lado B.

Confira apresentação do episódio (em inglês):

 

Felicidade e trabalho

No dia seguinte (17), o professor de Economia da Unicamp, Fernando Nogueira, discute no Echos Bar (em Barão Geraldo) sobre o trabalho e sua relação com a felicidade.

Para refletir a respeito, o segundo episódio da primeira temporada da série antológica, chamado Fifteen Million Merits, é deslumbrante e também assustador. Numa distopia futurística, todos são obrigados a produzir energia e consumir propagandas continuamente, sob risco de pena financeira. Vive-se para trabalhar e trabalha-se para viver. Existe espaço para felicidade nessa equação?

 

Tanto Black Mirror quanto o Pint of Science Campinas trazem para os fãs boas discussões sobre ciência e tecnologia de uma forma bem descontraída!

Ainda sobre a programação campineira: Se quiser discutir sobre produções de ficção científica de maneira geral,  passe no Alzirão Empório Bar , o da Av. Barão de Itapura - 2365, no dia 16  de maio, às 19h30. Vamos discutir e ouvir o que tem a dizer os pesquisadores André Fonseca (UEL) e Carlos Orsi (Unicamp) sobre discursos culturais das tecnologia e representações do futuro na ficção científica mundial. Os dois comunicadores também são escritores e têm bastante experiência para compartilhar.

Espero que as indicações de episódios ajudem! Despeço-me com mais um trailer da série e aguardo você e seus amigos nos dias 15, 16 e 16 de maio no Pint of Science Campinas, para discutirmos sobre esse incrível “mundo que vivemos”.

 

Seja bem-vindo(a) à escuridão.

Leia mais: