Ciência

Universidades do estado de São Paulo se destacam em ranking de produção acadêmica

As três principais instituições paulistas de ensino superior – a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp) – lideram o ranking das universidades brasileiras que mais publicaram artigos científicos entre os anos de 2007 e 2011, de acordo com a edição mais recente do SIR World Report, divulgado em julho pela Scimago Lab. A USP é a instituição brasileira mais bem colocada – ficando em quinto lugar no ranking mundial, com 48.156 trabalhos publicados entre 2007 e 2011, a segunda brasileira mais bem colocada no ranking global foi a Unicamp, que ficou em 135º lugar com 17.130 trabalhos publicados. Na 137ª posição está a Unesp, com 16.998 artigos.

Para a Gláucia Maria Pastore, pró-reitora de Pesquisa da Unicamp, o resultado expressa a força das três universidades estaduais paulistas e sua produção científica de grande relevância.

"Se levarmos em conta o tamanho das instituições e o fato de que a Unicamp é uma universidade bem menor do que a USP, nosso segundo lugar reflete a importância de nossa produção científica, que abrange todas as áreas do conhecimento, e o grande aporte feito em pesquisa na fronteira do conhecimento. A posição é boa, mas queremos sempre aprimorar e, para isso, a pró-reitoria de Pesquisa tem trabalhado para integrar os diversos grupos de pesquisa de tal forma que a gente consiga resultados ainda mais promissores" - Profa. Gláucia Maria Pastore

Uma das formar mais eficientes de estimular o crescimento da produção científica é através da participação e organização em eventos científicos, e nesse momento que a utilização do Galoá se torna chave, pois nosso sistema organizador de eventos otimiza o planejamento de eventos científicos, liberando os Pesquisadores/Organizadores para dedicarem sua atenção à pesquisa científica. 

Leia mais na matéria homônima da Agência Fapesp, ou conheça mais sobre nosso sistema de eventos e acompanhe novidades sobre a Ciência no Brasil pelo nosso blog