Anais e Proceedings

Trabalhos do SLACA 2015 somam mais de 185 mil acessos

A décima primeira edição do Simpósio Latino Americano de Ciência dos Alimentos (SLACA) aconteceu em 2015 e reuniu diversos pesquisadores e alunos na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) para discutir sobre as mais novas descobertas e pesquisas relacionadas à ciência dos alimentos.

Mesmo com dois anos desde o evento e com a próxima edição se aproximando com palestrantes internacionais renomados, os trabalhos do 11 SLACA continuam tendo muitas visualizações desde a publicação dos anais do evento no Galoá Proceedings Indexados. Para se ter noção em números, desde 2015 até final de julho de 2017 os trabalhos da edição somam mais de 185.000 acessos.

Os anais online do 11 SLACA contam com 1060 trabalhos publicados nos seguintes eixos temáticos:

  • Microbiologia de Alimentos (MI)
  • Bioquímica e Biotecnologia de Alimentos (BB)
  • Nutrição e Toxicologia de Alimentos (NT)
  • Ciência e Tecnologia de Alimentos (CT)
  • Química e Análise de Alimentos e Análise Sensorial (QA)
  • Alimentos Funcionais: Compostos Bioativos (AC)
  • Engenharia de Alimentos (EN)

Os 10 trabalhos mais acessados do simpósio somam, aproximadamente, 50 mil acessos desde a publicação no Galoá Proceedings Indexados, confira quais são a seguir:

 

1 Acetic Acid Bacteria Detection As Spoilage Microorganisms In Commercial Guarana Soft Drinks
2 Analysis Antimicrobial And Antifungal Of The Essential Oil Thyme
3 Sensory Evaluation during the Development of Tapioca Ice Cream with Coffee and Coconut
4 A Avaliação Higiênico-sanitária De Alimentos Servidos Em Um Hotel No Litoral Alagoano
5 A 16-wk restriction of 90% dietary magnesium requirements impaired whole body insulin sensitivity in rats fed a high-fat diet: preliminary results
6 A new functional tea from Brazilian berry: bioactive profile of extract aqueous of jaboticaba peel
7 Adhesion and invasion of Listeria monocytogenes to Caco-2 cells in the presence of bacteriocin-producing Leuconostoc mesenteroides A11
8 A Influência Do Uso De Corantes Alimentícios Naturais Na Gastronomia Associado Ao Teste De Aceitação
9 A Influência Do Consumo De Ipomoea Batatas Em Praticantes De Exercicio Fisico Aerobico
10 Acceptance And Sensory Profile Of Jambolan Liquor

Conheça um pouco mais sobre cada trabalho:

1) Acetic Acid Bacteria Detection as Spoilage Microorganisms in Commercial Guarana Soft Drinks por Marselle Marmo do Nascimento Silva, Rafael Siqueira da Silva, Karen Signori Pereira e Maria Alice Zarur Coelho

No trabalho, os autores realizaram diversos testes com o objetivo de verificar a presença de leveduras e bactérias ácido-lácticas em refrigerantes de guaraná de 3 marcas diferentes nas versões normal e diet da bebida.

2) Analysis Antimicrobial and Antifungal of the Essential Oil Thyme por Nathalia Dias Gonçalves, Ana Silvia Prata, Marta Cristina Teixeira Duarte, Adilson Sartoratto e Camila Delarmelina

A pesquisa analisou as propriedades antimicrobianas e fungicidas do óleo essencial de tomilho para considerar seu uso na indústria alimentícia, substituindo preservantes sintéticos. Os autores chegaram à conclusão que o óleo foi altamente eficaz contra as bactérias e fungos testados.

3) Sensory Evaluation During the Development of Tapioca Ice Cream with Coffee and Coconut por Márcia Angela Nori, Wania Silveira da Rocha, Damari G.F. Souza, Giselle Souza e Helen Souza Costa

Seguindo uma tendência de mercado de adaptar ingredientes típicos da culinária nordestina, os pesquisadores realizaram testes sensoriais com voluntários para desenvolver um sorvete de tapioca com coco e café.

4) A Avaliação Higiênico-sanitária de Alimentos Servidos em um Hotel no Litoral Alagoano por Natalia Miranda Do Nascimento, Francileni Pompeu Gomes, Diana Patrícia Dos Santos Ferreira e Fernando Inácio Pereira

Os autores avaliaram amostras de comidas do restaurante de uma rede hoteleira do litoral Alagoano. O objetivo era buscar por Coliformes termotolerantes e Staphylococcus aureus que indicam se os alimentos foram manipulados de forma correta ou não.

5) A 16-wk Restriction of 90% Dietary Magnesium Requirements Impaired Whole Body Insulin Sensitivity in Rats Fed a High-fat Diet: Preliminary Results por Amanda Romero, Fabiana da Silva Lima, Eduardo De Carli, Ricardo Ambrósio Fock, Alexandre Rodrigues Lobo e Célia Colli

Esta pesquisa busca investigar os efeitos de uma dieta restrita de magnésio, porém, com alto teor calórico em ratos de laboratório no período de 16 semanas. Os resultados preliminares indicam que a dieta permitiu que os ratos desenvolvessem resistência a insulina.

6) A New Functional Tea from Brazilian Berry: Bioactive Profile of Extract Aqueous of Jaboticaba Peel por Juliana Kelly da Silva, Ângela Giovana Batista, Cinthia Baú Betim Cazarin, Ana Paula Dionisio, Edy Souza de Brito e Mário Roberto Maróstica Júnior

Considerando a popularidade da jabuticaba, os autores do trabalho analisaram as propriedades do chá feito com a casca dessa fruta brasileira. A pesquisa também foi feita para pesquisar formas de aproveitar os nutrientes presentes na casca que é constantemente rejeitada e jogada fora.

7) Adhesion and Invasion of Listeria monocytogenes to Caco-2 Cells in the Presence of Bacteriocin-producing Leuconostoc mesenteroides A11 por Ana Carolina Schiavone, Lucas Oliveira Sousa, Vanessa Maciel de Souza e Elaine De Martinis

Neste trabalho, os pesquisadores estudaram o comportamento da bactéria Listeria monocytogenes em células intestinais. A bactéria é causadora de listeriose, um tipo de infecção rara, mas fatal e adquirida através do consumo de alimentos frescos e cru contaminados.

8) A Influência do Uso de Corantes Alimentícios Naturais na Gastronomia Associado ao Teste de Aceitação por Silvia Helena Frediani Favaron, Alessandra Alcântara e Joyce Ribas Alcântara

Corantes e aromatizantes artificiais são muito utilizados na indústria alimentícia para melhorar a aparência e gosto de um produto, porém, eles podem causar diversos males como as reações alérgicas, por exemplo. Visando a substituição dos elementos artificiais por naturais, os autores do trabalho realizaram testes de aceitação com aproximadamente 300 pessoas para justificar o investimento na troca.

9) A Influência do Consumo de Ipomoea batatas em Praticantes De Exercício Físico Aeróbico por Naiara Barbosa, Silvia Helena Frediani Favaron, Dóris Cugnier Dias da Silva

Os autores da pesquisa investigaram o consumo de Ipomoea batatas (batata doce) como fonte de carboidratos para a realização de exercícios físicos aeróbicos. Ela é popular entre os praticantes de atividade física por ser fonte de carboidratos com baixo teor glicêmico. Para a realização da análise, os voluntários ingeriram uma barra de cereal feita com a batata doce, sendo concluído que o alimento é uma ótima fonte de carboidratos necessários para a realização de atividades físicas.

10) Acceptance and Sensory Profile of Jambolan Liquor por Mariana de Morais Sousa,  Rosália Maria Tôrres de Lima, Pedro Ângelo Pinheiro Freitas, Marília Marques Alves de Souza e Alessandro Lima

Após realizar pesquisa com sete degustadores e analisar nove receitas de licor de Jambolão, os autores realizaram um teste QDA (Análise Descritiva Quantitativa) das duas amostras melhor recebidas. A conclusão foi que o licor possuía sabor doce e frutado, além de leve aroma alcoólico e adstringente.

 

Essas foram as 10 pesquisas mais acessadas desde a publicação do proceedings do 11 Slaca 2015 no Galoá Proceedings Indexados.

Lembrando também que ainda estão abertas as inscrições para o 12 SLACA nos dias 4 a 7 de novembro de 2017, que devem ser realizadas através do site do evento, desenvolvido pelo Galoá O tema deste ano será  “A Ciência de Alimentos e seu Impacto no Mundo em Transformação”.

Enquanto o próximo evento não acontece, confira aqui outros trabalhos das últimas duas edições do Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos.

 

Leia mais:

Publique com a gente!

Converse com nossa equipe sobre os nossos serviços para publicação de anais e proceedings online

"O sistema apresentado pelo Galoá tem demonstrado extrema eficiência no que concerne a infraestrutura informatizada, gerando acesso fácil e seguro para os participantes, o comitê organizador e também para os leitores dos trabalhos publicados online posteriormente.”  - Prof. Dra. Glaucia Pastore, Unicamp.