Aplicativos para Eventos

Quais trabalhos foram mais acessado durante o ENFHESP 2016?

Conhecido pelos participantes apenas como ENFHESP, o Encontro de Enfermeiros de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo deste ano ocorreu em Campinas e trouxe novidades tecnológicas para seu público

O principal destaque foi em relação ao aplicativo desenvolvido pelo Galoá, conforme explica Angélica de Almeida, uma das organizadoras do congresso e enfermeira do hospital da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas):

“Investir em um aplicativo foi necessário para se ter um evento mais interativo. Então, a gente consegue organizar todos os pôsteres de forma mais visual para o congressista ter acesso a todos os resumos, montar sua agenda e demais informações em tempo real. Acho que isso foi uma das grandes motivações.” - Angélica de Almeida, Unicamp

Além dessas características do aplicativo que você pode conferir aqui, uma das novidades foi o auxílio da avaliação dos trabalhos apresentados pelo app, no qual os avaliadores tinham uma área restrita de apoio que agilizou o processo e eliminou o antigo exame com a prancheta e o papel, fazendo com que o resultado fosse liberado mais rápido.

Isso porque todos os trabalhos apresentados no formato de pôster deveriam ser impresso com um QR Code concedido pela organização que redireciona a pessoa, que o escaneia com o app em um dispositivo móvel, para o resumo do seu trabalho. No caso dos examinadores, a ferramenta os levava para a área de avaliação daquele trabalho.

Durante o evento, os participantes também puderam acessar, salvar ou compartilhar a pesquisa que lhes interessavam por e-mail e redes sociais, tornando a divulgação mais fácil. Essa movimentação foi controlada pelo aplicativo, que libera quais trabalhos tiveram mais acessos durante o evento.

Ficou com curiosidade sobre quais foram esses trabalhos? Confira a seguir quais resumos foram mais acessados entre os dias 20 a 22 de setembro pelo aplicativo.

 TOP 10 DE ACESSOS COM O APP (Durante o ENFHESP 2016)

1 Saberes gerenciais do enfermeiro no contexto hospitalar
2 Efeitos da auriculoterapia sobre a dor e ansiedade no trabalho de parto: daods preliminares
3 Trabalho em equipe: Desabafos e perspectivas no processo de trabalho da enfermagem
4 Supervisão de enfermagem para a integralidade do cuidado
5 Sistematização da assistência de enfermagem: dialética entre o ideal e o real
6 A implementação de um serviço para atendimento de casos de dengue em uma unidade de emergência referenciada
7 Taxa de cirurgia suspensa em um hospital de ensino do sudeste do Brasil
8 Relato de experiência: A vivência do preceptor/tutor de enfermagem no programa de residência multiprofissional
9 Fatores de risco para glicemia instável em pessoas com diabetes mellitus tipo 2: Revisão integrativa
10 Caracterização das flebites encontradas em pacientes adultos internados em um hospital terciário de cardiopneumologia

Conheça rapidamente os trabalhos mais acessados

 

  1. Saberes gerenciais do enfermeiro no contexto hospitalar: O trabalho que despertou mais interesse durante o evento foi apresentado no eixo temático gerencial e discute sobre as características que os enfermeiros devem desenvolver para um melhor rendimento de suas atividades no meio hospitalar, local que exige desde seu empenho e atenção com os pacientes até a gerência. Essas características foram detectadas por meio de uma análise qualitativa envolvendo 32 enfermeiros de hospitais de Minas Gerais, sendo destacáveis pontos como liderança, comunicação, trabalho em equipe, interação pessoal, entre outras. Mesmo assim, os autores esclarecem que o assunto demanda mais pesquisas.
  2. Efeitos da auriculoterapia sobre a dor e ansiedade no trabalho de parto - dados preliminares: Os autores do segundo trabalho mais acessado indicam que existem diversas variáveis em um trabalho de parto que podem gerar a dor, sendo uma delas a ansiedade. A ansiedade é um estado de desconforto que pode ser amenizado, sendo que nos resultados preliminares da pesquisa foi usada a auriculoterapia em 30 pacientes em trabalho de parto, que indicaram uma percepção menor de dor comparado aos grupos placebo e controle. A auriculoterapia é uma técnica que pode promover analgesia “por meio de estímulos em pontos reflexos no pavilhão auricular”, conforme explicam os autores.
  3. Trabalho em Equipe - Desafios e perspectivas no processo de trabalho da enfermagem: Os autores do também segundo trabalho mais acessado fazem uma distinção sobre o que seria o trabalho em grupo, no qual uma grande tarefa é repartida, mas cada um gerencia apenas o que lhe cabe de forma individual, do trabalho em em equipe, no qual todos fazem contribuições para que o resultado final seja o melhor possível. Assim, eles encaram essa última a melhor estratégia para atividades hospitalares. A pesquisa em si teve foco em possíveis desafios para se praticar o trabalho em equipe na enfermagem com a participação de 32 profissionais da área entrevistados, sendo destacados principalmente as condições precárias de trabalho, excessos de demandas e baixos salários, apesar de assinalarem terem um bom relacionamento interpessoal.
  4. Supervisão de enfermagem para a integralidade no cuidado: Outro trabalho sobre gerenciamento compõe o topo dos mais acessados, complementando o estudo anterior, este pretende avaliar as funções exercidas pelos supervisores de enfermagem para promover competências em equipe e individual também.
  5. Sistematização da assistência de enfermagem - Dialética entre o real e o ideal: Assim como exposto em outros trabalhos, este também levanta voz sobre as diversas atribuições que são legadas aos enfermeiros nos hospitais, mas tentando entender e romper as barreiras entre o que é idealizado e o que é realmente praticado na atividade.
  6. A implementação de um serviço para atendimento de caso de dengue em uma unidade de emergência referenciada: Frente aos ainda constantes casos de dengue, este trabalho narrou sua experiência na gestão de dois meses de uma unidade focada no atendimento de suspeitas e casos confirmados de dengue a fim de “a fim de desafogar o serviço”, explicam os autores em resumo.
  7. Taxa de cirurgia suspensa em um hospital de ensino do sudeste do Brasil: Os autores explicam que o movimento cirúrgico é um indicativo de qualidade de um hospital de ensino, por isso se deve atentar ao número de suspensões que ocorrem e quais os seus motivos. Na pesquisa apresentada, o grupo detectou que no hospital os principal motivo foi a ausência dos pacientes devido a não confirmação sobre as datas de cirurgias.
  8. Relato de experiência - A vivência do preceptor/tutor de enfermagem no programa de residência multiprofissional: Os autores relatam a experiência de um hospital da zona leste da cidade de São Paulo e explicam que o tutor seria o gestor do setor do programa de residência e o preceptor o enfermeiro assistencial especialista, sendo importante entender sua relação para o desenvolvimento de um programa adequado e de qualidade.
  9. Fatores de risco para a glicemia instável em pessoas com diabetes Mellitus tipo 2: O trabalho é uma revisão sobre uma doença recorrente em todo o mundo e que compromete a produtividade e qualidade de vida dos pacientes. Exatamente por isso, “enfermeiros têm responsabilidade na identificação de fatores de risco (FR) que levam à glicemia instável nessas pessoas”, explicam os autores sobre o motivo da revisão
  10. Caracterização das flebites encontradas em pacientes adultos internados em um hospital terciário de cardiopneumologia: A flebite é uma inflamação que ocorre na parede de uma veia e que pode ocorrer com complicações em terapias intravenosas, por isso a pesquisa se propõe a entender suas ocorrências em pacientes adultos em sete unidades de um hospital de Cardiopneumologia, tendo sido examinado ao todo 57 casos, sendo que os medicamentos mais encontrados foram antibióticos, amiodarona e a dobutamina.

Ficou interessado nos pôsteres apresentados no ENFHESP 2016? Aproveite que os anais online já foram publicados e confira esses e os outros trabalhos.