Anais e Proceedings

Os anais do SEB estão disponíveis online

A engenharia biomédica tem o papel de desenvolver equipamentos para a área da saúde, sejam esses usados para a prevenção, diagnóstico ou tratamento de problemas ou doenças, como aqueles instrumentos usados em ultrassom, ressonância magnética ou na construção de próteses.

Entre as atividades da área, também se executa a estruturação e manutenção dos aparelhos para que eles funcionem da forma mais eficiente e com menos custos, além de avaliar os equipamentos de um centro de saúde ou ainda desenvolver banco de dados e softwares que auxiliem os profissionais da saúde.

Gif de uma

Entre os encontros de debates tecnocientíficos e de inovação na área que vem ganhando visibilidade nacional, está o Simpósio de Engenharia Biomédica (SEB) organizado pela mineira Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica (SBEB).

A 9º e mais recente edição do SEB ocorreu em agosto de 2016 em Uberlândia e acaba de lançar os anais do evento online e com depósito de DOI por artigo na plataforma Galoá { Proceedings.

O simpósio compreendeu tanto a exposição de palestras e workshops quanto apresentação de trabalhos, visitas técnicas e também a IV Mostra de Tecnologia em Saúde. Entre os palestrantes, Alexandre Cardoso (UFU) discutiu sobre o empreendedorismo em tecnologias assistivas e Marcel Botelho (Staff Soluções) explicou sobre a atuação do físico em centros de saúde, entre outros nomes de destaque, como ressalta Adriano Andrade, organizador do evento vinculado à UFU:

“Certamente a participação de profissionais experientes, com atuação em empresas, como palestrantes foi o que mais chamou a atenção do público. A união entre ensino, pesquisa e mercado é, e sempre foi, complexa. Mas nessa última edição do evento tivemos uma grande oportunidade para ilustrar como isso tem sido realizado por profissionais de destaque na área da Engenharia Biomédica.” - Adriano Andrade, Universidade Federal de Uberlândia.

O organizador ainda explica que a primeira edição do SEB aconteceu em 2006 com a intenção de trazer importantes discussões da engenharia biomédica para os estudantes do triângulo mineiro. Um dos diferenciais do evento é que ele recebe financiamento da CAPES, da FAPEMIG e da UFU, o que torna o SEB isento de taxa de inscrição ou publicação dos trabalhos.

Imagem: apresentação de pôsteres durante o SEB

(Crédito de imagem do SEB)

O simpósio ainda certifica em cada edição da Mostra de Tecnologias em Saúde três trabalhos de destaque, segundo votação dos participantes e após análise de uma comissão avaliadora. “Esse é um espaço em que estudantes e pesquisadores têm a possibilidade de interagir com o público e fazer demonstrações ao vivo que ilustrem a relevância e os resultados dos estudos em andamento”, justifica Andrade.

O professor também aponta a expectativa de atrair um público maior fora do triângulo mineiro para edição de 2017, com a possibilidade aberta de ocorrer em conjunto com o Congresso Brasileiro de Eletromiografia e Cinesiologia:

“Temos a intenção de fazer com que o nosso evento seja um evento de referência para discussões relacionadas à profissão e às pesquisas (principalmente de graduandos) que atuam na Engenharia Biomédica. Essa é uma lacuna que temos hoje em nosso país, visto que o principal evento da área, o Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, é um grande espaço para a debates de pesquisas e não de discussões profissionais.” - Adriano Andrade, Universidade Federal de Uberlândia.

Na busca pelo crescimento do evento científico, o depósito do DOI e a publicação online dos anais pelo Galoá é um ponto atraente para que o trabalhos sejam acessados em qualquer lugar do mundo, com a garantia de que serão preservados, sinaliza o organizador do SEB:

“Quando busquei pelo Galoá, estava atrás do DOI, e não de uma plataforma. Porém, a possibilidade de publicação dos anais em uma plataforma online e organizada certamente valorizará o evento. (…) Com a publicação dos anais com o DOI, o nosso evento deverá ter maior visibilidade e destaque para os organizadores e participantes.” - Adriano Andrade, Universidade Federal de Uberlândia

Com a plataforma, os trabalhos podem ser buscados tanto pelos autores quanto pelo nome dos trabalhos. Confira aqui os anais online e com DOI do SEB 2016.

 

Leia mais: