Eventos

1º dia do Pint of Science Campinas aposta na descontração e mistura ciência com cerveja

O primeiro dia do Pint of Science Campinas aconteceu nessa segunda-feira, 15/05, em diversos bares da cidade, com a proposta de levar o debate científico ao grande público da forma mais descontraída possível: discutir ciência bebendo uma boa cerveja.     

Com a casa cheia, o Lado B foi palco de duas palestras da área biológica que despertaram e prenderam a atenção do público durante as quase três horas de duração do evento. Quem abriu a noite foi a professora do Instituto de Biologia da Unicamp, Maria Silvia Viccari Gatti, que abordou a questão das superbactérias e do uso indiscriminado de antibióticos de forma despojada e interativa.

Sempre com muita didática, Gatti explicou sobre a origem das superbactérias, aproveitando o espaço para quebrar os mitos existentes a respeito do tema e deixar o alerta ao público sobre o uso irresponsável de antibióticos, principal causa do aumento de resistência das bactérias a medicamentos.

Dando sequência à programação da noite, a também professora da Unicamp Gisela de Aragão Umbuzeiro conduziu a palestra intitulada “Água, Xixi e Cerveja”, na qual o foco principal foi a contaminação das águas urbanas advinda do uso de drogas e hormônios. Com muita propriedade sobre o assunto, a pesquisadora elucidou e chocou a plateia ao explicar os detalhes do processo de tratamento de água e esgoto.

Os dois temas despertaram a curiosidade dos participantes, que aproveitaram o espaço para esclarecer dúvidas e aprofundar alguns dos pontos mencionados pelas palestrantes durante o evento. A noite se encerrou regada a muita cerveja, conversa e risadas, finalizando o primeiro dia do Pint of Science com gostinho de quero mais.

Leia outros posts relacionados: